Saidão de Natal beneficia 1,5 mil presos no Distrito Federal

André Richter - Repórter da Agência Brasil

Cerca de 1,5 mil detentos que cumprem prisão em regime semi-aberto nas penitenciárias do Distrito Federal serão liberados amanhã (23) para passar o Natal com suas famílias. O chamado "saidão" começa às 7h e termina às 10h da próxima segunda-feira (26), quando os apenados deverão retornar ao sistema prisional.

De acordo com as regras da legislação penal, o benefício de saída temporária para as festas de fim de ano é concedido ao sentenciado que já ganhou autorização da Justiça para trabalhar fora da unidade prisional durante o dia. Para ter direito ao "saidão", o preso não pode estar sob investigação criminal e não pode ter cometido falta disciplinar no presídio. Pelas normas, se o preso fugir e não retornar à prisão será condenado à regressão de regime.

Entre as medidas cautelares que os beneficiados devem seguir está a proibição de ficar na rua após às 18h, devendo estar em recolhimento domiciliar após este período. Durante o fim de semana, agentes de segurança vão fiscalizar o cumprimento das medidas por meio de "visitas surpresa".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos