PUBLICIDADE
Topo

Operação de segurança para o carnaval no Rio começa nesta quinta-feira

Da Agência Brasil

23/02/2017 15h08

A Secretaria de Segurança do estado do Rio de Janeiro inicia nesta quinta-feira (23) a Operação Carnaval 2017, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), na Cidade Nova, no centro da capital fluminense. Órgãos de segurança, mobilidade e assistência social, além de concessionárias de transportes, estarão atuando de forma alinhada para garantir a folia no Sambódromo, no Boulevard Olímpico e nos principais blocos carnavalescos. A Operação Carnaval ocorre até 1º de março, em plantão 24 horas e com esquema especial previsto para o Desfile das Campeãs, no dia 4 de março. Durante o período, vão atuar de forma integrada: polícias Militar e Civil; Corpo de Bombeiros; Secretaria de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Social; Guarda Municipal; secretarias municipais de Ordem Pública, de Desenvolvimento Social e de Saúde; Riotur; Conselho Tutelar; MetrôRio; Barcas; BRT; VLT; SuperVia; e Agência Reguladora de Transportes Públicos (Agetransp). Também foi firmada uma parceria com o Ministério das Relações Exteriores, que terá um canal direto de comunicação com o CICC. Uma campanha informativa e de conscientização dos foliões do Rio vai ganhar as redes sociais das entidades envolvidas com as hashtags: #CarnavalSeguro e #FoliãoConsciente. Os visitantes vão contar com ferramentas de auxílio, como o aplicativo do serviço de emergência 190 e o acesso pela internet ao Guia de Segurança Pública em cinco idiomas. O guia - disponível em cinco idiomas (português, inglês, espanhol, francês e mandarim) - está disponível no site.  Por meio do Facebook, Twitter e Instagram das instituições envolvidas serão divulgadas informações sobre racismo, homofobia, abuso contra mulher, cuidados com crianças e atendimento poliglota. "Buscamos ampliar esta rede de integração em benefício da população e dos visitantes. Os recursos empregados no CICC têm possibilitado agilizar e dar mais eficiência no atendimento", explicou o subsecretário de Comando e Controle, Rodrigo Alves, em nota. No Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPTur), 50% dos policiais militares falam outro idioma. A Delegacia Especial de Apoio ao Turismo presta atendimento bilíngue a visitantes estrangeiros. A estrutura do Centro Integrado de Comando e Controle, com videomonitoramento urbano - por meio de 4,2 mil câmeras espalhadas pelas principais áreas da região metropolitana, incluindo as embarcadas em carros da Polícia Militar - permite não só acompanhar a rotina de segurança do Rio, mas auxiliar em grandes eventos.