Bloco infantil Largo do Machadinho, mas Não Largo do Suquinho

Ana Cristina Campos - Repórter da Agência Brasil

Com pula-pula, balões, bolinhas de sabão, muita espuma, marchinhas de carnaval e cantigas tradicionais, a criançada fez a festa nesta segunda-feira (27) no bloco infantil Largo do Machadinho, mas Não Largo do Suquinho, no Largo do Machado, na zona sul do Rio de Janeiro.

O Largo do Machadinho é um desdobramento do tradicional Largo do Machado, mas Não Largo do Copo, que sai na terça-feira de carnaval. Criado em 2011, a coordenadora do bloco infantil, Carla Wendling, conta que o Largo do Machadinho foi criado como uma forma de resgate dos bailes infantis em espaços públicos.

"Nós tocamos marchinhas tradicionais e as cantigas para que a criança saia de uma "Mamãe, eu quero" para um "Atirei o pau no gato", que ela já conhece a letra e continua dançando. É uma forma de introduzir a marchinha no imaginário da criança no carnaval. Deu super certo. Eles dançam o tempo todo. Aqui é fantasia, irreverência e música boa", disse Carla.

E por falar em irreverência no Largo do Machadinho, a nutricionista Luciana Barone, acompanhada do marido e da filha Stella, de sete meses, preparou uma fantasia de marsupial para a família. "Estamos de canguru, mãe, filha e pai. Unimos o útil ao agradável porque o sling é confortável e seguro para o bebê. A fantasia foi pensada antes mesmo de a Stella nascer. Ela não tinha nome ainda, mas já tinha fantasia para esse carnaval de canguru", contou Luciana.

"Estamos conhecendo este ano os blocos infantis, com um clima mais família, tem o espaço para o confete, para o brincar no chão. Stella já é uma foliã", acrescentou Luciana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos