Picciani deixa presidência da Alerj por dois meses para tratamento de saúde

Flávia Villela - Repórter da Agência Brasil

  • JOSE LUCENA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

    30.mar.2017 - Deputado Jorge Picciani (PMDB) fala na tribuna da Alerj

    30.mar.2017 - Deputado Jorge Picciani (PMDB) fala na tribuna da Alerj

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj), deputado Jorge Picciani (PMDB), pediu hoje (3) oficialmente o afastamento do cargo por questões de saúde. O pedido de licença médica até o dia 30 de agosto foi publicado no Diário Oficial do Estado.

Seguindo a linha sucessória, o primeiro vice-presidente da Alerj, Wagner Montes (PRB), deveria assumir o posto, mas também está de licença médica, para o tratamento de uma hérnia.

Nos últimos meses, em ausências de Piciani e com a licença de Montes, quem assumiu o posto foi o deputado André Ceciliano (PT), o terceiro na linha sucessória.

Desde abril, quando foi diagnóstico com câncer na bexiga, Picciani vinha se ausentando da assembleia, mas ainda não havia pedido licença médica. No fim de 2010, o deputado teve câncer no mesmo órgão.

O peemedebista preside a Alerj desde fevereiro de 2015. Antes, havia ocupado o mesmo cargo em quatro mandatos consecutivos entre 2003 e 2010.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos