PF investiga desvios de verbas para rodovias federais no Acre e em Rondônia

Aécio Amado - Repórter da Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) deflagou hoje (30) a Operação Buracos para investigar desvios de recursos públicos no Departamento de Estradas e Rodagens do Acre (Deracre) e no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), em Rondônia, que chegam a R$ 700 milhões. O dinheiro desviado era para obras de construção, pavimentação, conservação e recuperação de rodovias federais.

O esquema investigado envolve servidores do Deracre e do Dnit em Rondônia e empresários. "Os valores eram pagos por serviços não executados e materiais que nunca seriam entregues. O grupo também se utilizava de funcionários fantasmas", diz a nota da PF. Três servidores do Dnit foram afastados de seus cargos por suspeita de envolvimento com os crimes investigados.

Policiais federais, com o apoio de auditores do Ministério da Transparência (CGU), do Tribunal de Contas da União (TCU) e da Receita Federal, cumprem 23 mandados de condução coercitiva e 26 de busca e apreensão nas cidades de Rio Branco, capital do Acre; em Porto Velho, Pimenta Bueno e Ji-Paraná, em Rondônia; Cuiabá, em Mato Grosso; e Araraquara, em São Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos