PUBLICIDADE
Topo

Tumulto entre guardas municipais e evangélicos deixa feridos no Rio

Confusão ocorreu na porta da delegacia de Copacabana - Reprodução/TV Globo
Confusão ocorreu na porta da delegacia de Copacabana Imagem: Reprodução/TV Globo

Da Agência Brasil

26/04/2018 07h44

Uma confusão entre guardas municipais e seguidores da igreja evangélica Geração Jesus Cristo terminou com feridos na noite desta quarta-feira (25), em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro. Um dos fiéis continuava internado no Hospital Municipal Miguel Couto na manhã desta quinta-feira (26).

Os fiéis dizem que estavam caminhando pela orla da praia à noite quando foram abordados pelos agentes da guarda municipal e acusados de pichação de uma área pública.

Segundo a Guarda Municipal, o grupo foi flagrado pichando o Parque Garota de Ipanema. Um dos seguidores foi levado para a Delegacia de Copacabana (12ª DP) para ser autuado por crime ambiental. No local, 40 pessoas questionaram a ação dos guardas e a confusão começou, de acordo com a corporação.

No fim de semana, um grupo da mesma igreja já tinha sido flagrado fazendo inscrições em uma área pública com sprays, segundo a Guarda Municipal.

Os fiéis da igreja, conhecida por pintar inscrições como "Jesus voltará em 2070" e "Bíblia sim, Constituição não", dizem que não estavam pichando a área e que foram agredidos sem motivo. Segundo eles, as inscrições que existem no local foram feitas há duas semanas.

A Guarda Municipal informou que vai "apurar com rigor a postura dos guardas flagrados no vídeo, que não condiz de forma alguma com os preceitos, orientação e procedimentos operacionais da instituição".