Contas públicas têm saldo positivo em abril

O setor público consolidado, formado pela União, os estados e municípios, registrou saldo positivo nas contas públicas em abril, de acordo com dados do Banco Central (BC), divulgados hoje (30), em Brasília.

O superávit primário, receitas menos despesas, sem considerar os gastos com juros, ficou em R$ 2,9 bilhões. No mesmo mês de 2017, o resultado positivo foi bem maior: R$ 12,908 bilhões. Apesar de positivo, o resultado de abril foi o pior da série histórica, iniciada em dezembro de 2001.

O resultado positivo de abril veio do Governo Central (Previdência, Banco Central e Tesouro Nacional) que apresentou superávit primário de R$ 5,360 bilhões.

Saldo negativo

Por outro lado, os governos estaduais e municipais registraram saldo negativo. Os governos estaduais tiveram déficit primário de R$ 2,145 bilhões, e os municipais, R$ 341 milhões.

As empresas estatais federais, estaduais e municipais, excluídas as companhias dos grupos Petrobras e Eletrobras, anotaram superávit primário de R$ 26 milhões no mês passado.

Nos quatro meses do ano, houve superávit primário de R$ 7,291 bilhões, contra o resultado também positivo de R$ 15,106 bilhões em igual período de 2017.

Em 12 meses encerrados em fevereiro, as contas públicas estão com saldo negativo de R$ 118,397 bilhões, o que corresponde a 1,78% do Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no país. A meta para o setor público consolidado é de um déficit de R$ 161,3 bilhões neste ano.

Os gastos com juros ficaram em R$ 29,651 bilhões em abril, contra R$ 28,331 bilhões no mesmo mês de 2017. No primeiro quadrimestre, essas despesas chegaram a R$ 118,853 bilhões, contra R$ 138,821 bilhões de igual período de 2017.

Em 12 meses encerrados em abril, os gastos com juros somaram R$ 380,858 bilhões, o que corresponde a 5,73% do PIB.

O déficit nominal, formado pelo resultado primário e os resultados dos juros, atingiu R$ 45,806 bilhões no mês passado ante R$ 54,244 bilhões de abril de 2017.

De janeiro a abril, o resultado negativo ficou em R$ 111,562 bilhões, ante R$ 123,716 bilhões de igual período do ano passado. Em 12 meses, o déficit nominal foi de R$ 499,255 bilhões, o que corresponde a 7,51% do PIB.

Dívida pública

A dívida líquida do setor público (balanço entre o total de créditos e débitos dos governos federal, estaduais e municipais) chegou a R$ 3,448 trilhões em abril, o que corresponde 51,9% do PIB, com recuo em relação a março (52,3% do PIB).

A dívida bruta - que contabiliza apenas os passivos dos governos federal, estaduais e municipais - atingiu R$ 5,045 trilhões ou 75,9% do PIB, contra 75,3% de março.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos