Protestos marcam enterro de menino baleado no Rio

Rio - Protestos marcaram na tarde desta terça-feira, 29, o enterro de Ryan Gabriel, morto com um tiro no peito em Madureira, na zona norte do Rio. Ele tinha 4 anos. Foi baleado no domingo, 27, no morro do Cajueiro, onde visitava o avô, durante confronto entre traficantes inimigos. Morreu no dia seguinte, no hospital.

O velório, no cemitério de Irajá, zona norte, reuniu cerca de 150 pessoas. A mãe, Tayane Pereira da Silva, de 20 anos, precisou ser amparada por familiares na maior parte da cerimônia. Abraçada ao caixão, ela pedia para Ryan voltar. "Arrancaram um pedaço do meu peito", disse. Manifestantes exibiram cartazes, pedindo Justiça.

Por volta das 17 horas, pessoas que estavam no enterro foram protestar na Avenida Ministro Edgard Romero, que está interditada no sentido Madureira.

Na última segunda-feira, 28 uma manifestação contra a morte do menino, no mesmo local, terminou com dois ônibus e uma estação do BRT incendiados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos