Marcos Lisboa: 'Não fui sondado e não vou participar de eventual governo Temer'

Brasília - O ex-secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda e presidente do Insper, Marcos Lisboa, negou que tenha sido sondado e que vá participar de um eventual governo do vice-presidente Michel Temer, no caso de prosperar o afastamento da presidente Dilma Rousseff pelo Senado Federal. Após participar de audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, Lisboa afirmou que não teve nenhuma conversa com a equipe de Temer. "Não fui sondado e não vou participar de um eventual governo Temer", afirmou.

Questionado insistentemente por jornalistas se faria parte de uma eventual nova equipe econômica, Lisboa repetiu: "Não tive conversa e não vou para o governo (Temer)".

Lisboa é o segundo economista de uma lista de apostas para compor a nova equipe econômica na possibilidade de o vice-presidente assumir o comando do País. Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central, que também consta dessa lista, já disse que não vai assumir nenhum cargo, mas poderá contribuir informalmente de uma eventual gestão de Temer.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos