Não vou comentar gravações porque dizem respeito a opiniões minhas, diz Renan

Brasília - O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), minimizou diálogos gravados pelo presidente da Transpetro Sérgio Machado, em que faz diferentes críticas à Operação Lava Jato e ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Renan argumentou que são opiniões.

"Eu não vou comentar esses fatos porque tudo diz respeito à opinião, ponto de vista. E isso na democracia é garantido", afirmou o senador dizendo que foi eleito em Alagoas para ter opiniões políticas.

Renan defendeu que a liberdade de expressão é um direito democrático e que não se pode criminalizá-la. Ele também diferiu suas opiniões pessoais de sua atuação como presidente do Congresso. De acordo com Renan, na condução do Senado, ele "leva em conta a opinião da maioria".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos