Exame confirma estupro de jovem de 19 anos em Araraquara

Franca - Exames realizados na jovem de 19 anos que relatou ter sido vítima de estupro coletivo em Araraquara (SP) apontaram indícios de violência sexual. Agora, a delegada Meirelene de Castro, que cuida do caso, investiga pontos conflitantes no depoimento da moça e de outras testemunhas, como da amiga que a socorreu e de sua mãe.

Segundo relato da jovem, ela foi abordada na noite de sábado, 23, enquanto aguardava o ônibus no Jardim Botânico. "Ela confirmou o estupro e a versão de que foi levada de carro por cinco homens, sendo violentada por três deles", contou a delegada, que é titular da Delegacia de Defesa da Mulher.

A jovem, que prestou depoimento nesta segunda-feira, 25, descreveu dois dos estupradores, mas muito nervosa se negou a voltar ao local onde aguardava o transporte. Ela deve prestar novo depoimento pois estava nervosa e sem condições de seguir com o relato.

A vítima vinha se negando a realizar exames para constatar a violência sexual, porém, acabou sendo convencida pela família. Ela chegou a ser internada e tomou um coquetel de medicamentos para evitar contágio de doenças. O caso está sendo acompanhado pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos