Polícia prende acusada de entregar criança de 2 anos a coronel detido por estupro

No Rio

Foi presa na manhã desta segunda-feira (12) no Rio, Thuane Pimenta dos Santos, 23, acusada de entregar uma criança de 2 anos ao coronel reformado da Polícia Militar Pedro Chavarry Duarte, 62, preso em flagrante sob a acusação de estupro de vulnerável no sábado (10).

Duarte foi encontrado por dois PMs, no próprio carro, em Ramos, na zona norte do Rio, com a menina, que estava nua. Segundo a polícia, para não ser detido, o coronel chegou a oferecer suborno aos policiais, que não aceitaram e gravaram a oferta.

A delegada Cristiana Bento, da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (Dcav), assumiu o caso no domingo, e os policiais da delegacia identificaram a mulher que entregou a menina. No domingo, havia sido decretada a prisão temporária de Thuane no plantão judiciário, pela juíza Maria Izabel Pena Pieranti.

Na manhã de hoje, a equipe da Dcav localizou a acusada na comunidade Uga-uga, em Ramos. Ela foi encontra na travessa Leonor Mascarenhas, na favela. A polícia não informou se Thuane tem parentesco com o bebê. A reportagem não conseguiu contato com a defesa de Thuane, que não tem advogado constituído.

O acusado

Duarte tem 42 anos de PM. Ele foi descoberto porque passou numa lanchonete com a criança. Os atendentes estranharam o fato de a menina estar sem roupas e virada para ele. Uma cliente ligou para a polícia, que chegou rapidamente.

O militar fugiu, mas foi abordado mais adiante. Ele foi autuado por estupro de vulnerável e corrupção ativa. A mãe posteriormente contou à polícia que estava trabalhando quando o crime foi consumado. Ela teria deixado a filha aos cuidados de Thuane.

Defesa

Duarte é presidente da Caixa Beneficente da Polícia Militar do Rio, que emitiu uma nota defendendo a "presunção da inocência" dele. O texto assinado pelo presidente em exercício, Robson de Almeida Paulo, a entidade da PM lamentou "o ocorrido" e chamou o coronel de "presidente licenciado".

"Que os fatos noticiados pela mídia serão apurados na instrução criminal, respeitados os princípios constitucionais da presunção da inocência, do devido processo legal e o contraditório", afirma a mensagem.

As origens da Caixa remontam a 1903, quando a PM ainda era a Brigada Policial da Capital Federal. O presidente da República Rodrigues Alves autorizou a criação da entidade, que recebe uma parte do soldo dos policiais. Em 1938, Getúlio Vargas assinou a criação da Caixa com o nome atual.

A entidade é sem fins lucrativos e fornece ao policial e a seus familiares serviços como assistência jurídica, assistência funeral, atendimento ambulatorial, odontológico, oftalmológico, além de descontos numa rede conveniada.

Duarte é presidente desde abril de 2010 e, segundo o site da Caixa, "ele se empenha para recuperar a instituição". "Reuniu profissionais de mercado e aliou-se a parceiros que dão suporte para que a instituição se aproxime cada vez mais do seu associado, oferecendo um relacionamento com a qualidade que ele tem direito. A sua gestão é sustentada por valores como: transparência, responsabilidade, ética, trabalho e valorização do policial militar", diz o texto.

Ele ingressou na PM aos 19 anos. Hoje tem 62. Passou por diferentes batalhões e "adquiriu experiência necessária para se tornar um homem influente e bem visto dentro da corporação", conforme o site da Caixa.

É formado em direito e tem no seu histórico a passagem pelo gabinete de quatro comandantes-gerais. Foi relações-públicas da Polícia Militar, membro da mesa diretora da irmandade de Nossa Senhora das Dores da PM e diretor social da Caixa, antes de se tornar presidente.

"Nesses anos de gestão, Chavarry revolucionou a Caixa Beneficente, criando um atendimento mais humanizado e colocando o associado como prioridade máxima. A instituição passou por uma verdadeira reformulação que teve como objetivo único trazer a Caixa Beneficente para os momentos de glórias, tal como nos primeiros anos de sua criação, e voltar a ser referência em soluções para o bem-estar do associado", informa a página na internet.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos