Em nota, Maia volta a defender que votação do pacote anticorrupção seguiu normas

  • Alan Marques/Folhapress

    Rodrigo Maia durante votação do pacote com medidas anticorrupção

    Rodrigo Maia durante votação do pacote com medidas anticorrupção

Brasília - O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), voltou a defender neste sábado (3) que a votação do pacote anticorrupção no plenário da Casa, na semana passada, seguiu todas as regras constitucionais. Por meio de nota, Maia reafirmou que as votações foram nominais, em que é possível identificar de que forma os parlamentares se posicionaram, e que nada foi feito de "maneira velada".

Maia também rebateu os questionamentos sobre o horário da votação, que acabou às 4h da manhã. Na última quinta-feira (1º), durante debate no Senado, o juiz federal Sergio Moro criticou as modificações no pacote anticorrupção, chamando-as de "emendas da meia-noite".

LEIA TAMBÉM: VEJA COMO CADA DEPUTADO VOTOU A EMENDA SOBRE ABUSO DE AUTORIDADE

De acordo com Maia, nos últimos dez anos a Câmara realizou "uma centena de votações" de madrugada, sem que fossem questionadas.

Todos os procedimentos obedeceram a tradição e as regras da Câmara dos Deputados e reafirmam o compromisso com o debate democrático e transparente de ideias. Esta Casa aprecia a discussão e o contraditório. É o espaço por excelência para parlamentar. Estamos, pois, sempre dispostos a debater para deliberar.

Moro critica emendas da meia-noite feitas pela Câmara

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos