Alckmin sugere ajuste fiscal aos prefeitos que tomam posse em 1º de janeiro

São Paulo - O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), sugeriu nesta segunda-feira, 26, aos prefeitos que tomarão posse no próximo dia 1º de janeiro, que façam um importante ajuste fiscal nas contas de seus municípios.

Ele fez a sugestão ao ser perguntado, após cerimônia de assinatura de termo de cessão de motobombas ao Nordeste com o Ministério de Integração Nacional, sobre qual era sua expectativa em relação às posses dos prefeitos eleitos em São Paulo e como seria a relação do Governo Estadual e Prefeitura de São Paulo com os demais municípios.

"Claro que todos os prefeitos vão assumir em um período de dificuldade e de necessidade de se fazer um importante ajuste fiscal. Houve uma queda de arrecadação muito significativa, mas acredito que nós poderemos ter um ano melhor do ponto de vista econômico", disse.

Sobre o empréstimo ao Nordeste das motobombas que foram usadas para puxar água do volume morto do Sistema Cantareira no período mais agudo da seca que afetou o abastecimento de água na capital e Região Metropolitana de São Paulo, Alckmin disse que a colaboração federativa faz diferença e que pode haver sinergia entre Estados e municípios com um ajudando o outro, "Em vez de disputar, de fazer coisas em duplicidade, você soma recursos seja nos níveis que forem. É tudo dinheiro da população e temos que aproveitá-lo da melhor maneira possível", disse o governador paulista.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos