Vale, Samarco e BHP pedem nova prorrogação de prazo para depósito de R$ 1,2 bi

Em São Paulo

  • Alexandre Rezende/Folhapress

    Vale e Samarco conseguiram segundo adiamento em dois meses

    Vale e Samarco conseguiram segundo adiamento em dois meses

A Vale informou que pediu junto com a Samarco e a outra sócia controladora desta empresa, a BHP Billiton, a prorrogação para 19 de janeiro do prazo determinado pela Justiça para depósito de R$ 1,2 bilhão para medidas reparatórias após o rompimento da barragem em Mariana (MG), em novembro de 2015.

Em dezembro, a Vale já havia conseguido uma prorrogação para o depósito em 30 dias, para 10 de janeiro de 2017, e informou ao mercado que seguia adotando "todas as medidas para assegurar seu direito de defesa dentro dos prazos legais". Na ocasião, a empresa disse ainda que manteria "o apoio à Samarco para que continuem sendo adotadas as medidas de reparação".

No seu balanço do segundo trimestre do ano passado, a Vale realizou uma provisão relacionada à Samarco de US$ 1,038 bilhão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber as principais notícias do dia de graça pelo Facebook Messenger? Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos