Lula lamenta morte de Teori e pede investigação

São Paulo - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lamentou nesta quinta-feira, 19, a morte do ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki e defendeu a apuração das causas do acidente com o avião que caiu ontem em Paraty, no Rio.

O petista, que participou da cerimônia de lançamento do 6º Congresso Nacional do PT, em São Paulo, disse ainda não acreditar que a morte do relator da Lava Jato no Supremo possa prejudicar as investigações.

Pelas redes sociais, o ex-presidente também se manifestou sobre o acidente. "O Brasil perdeu hoje (ontem) um cidadão que honrou a magistratura em todos os postos que ocupou. Minha solidariedade à família do ministro Teori Zavascki e aos membros do STF", afirmou. O evento de lançamento do congresso do PT, marcado para junho, teve um minuto de silêncio em memória a Teori.

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, divulgou nota na qual lamentou a morte do ministro. "Teori Zavascki foi um homem público exemplar, que dedicou sua vida à busca da Justiça. Durante toda sua carreira militou no serviço público. Foi um excepcional professor de Direito e autor de livros fundamentais. Deixará para a posteridade o legado de um magistrado respeitado por sua competência técnica, equilíbrio e ética." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos