Conteúdo publicado há 2 meses

Após mortes em decorrência das chuvas, Lula vai visitar RS amanhã

O presidente Lula (PT) afirmou que vai visitar o Rio Grande do Sul nesta quinta-feira (2) após fortes chuvas atingirem diferentes cidades do estado.

O que aconteceu

Lula disse que vai até o local com ministros do Estado para verificar as áreas atingir e desenvolver ações em conjunto. "Para que a gente possa ajudar de forma efetiva a diminuir o sofrimento desse povo", disse o presidente em ligação com o governador Eduardo Leite (PSDB). Um trecho da conversa foi divulgado nas redes do petista.

Dez pessoas morreram após chuva e mais de mil desabrigados, segundo o governo do Rio Grande do Sul. Há registro de 21 desaparecidos.

Oito helicópteros estão à disposição para ajudar no resgate de pessoas ilhadas, segundo o presidente. Eles não conseguem levantar voo por causa do teto, disse Lula ao governador. "Os helicópteros já estão preparados para ir ao Rio Grande do Sul, sabe, assim que o teto permitir." Teto é a altura mínima das nuvens em um aeródromo que permite que o piloto de um avião tenha visibilidade da área ao redor.

Exército enviou aeronaves e militares. "Dois helicópteros modelos Pantera K2 do 2º BAvEx (Batalhão de Aviação do Exército), decolaram de Taubaté [SP] na manhã de hoje com destino a Porto Alegre. Os dezesseis militares, entre eles integrantes do grupo de Busca e Salvamento da Aviação do Exército, vão atuar na busca de pessoas ilhadas e auxiliar na localização de desaparecidos e resgate de vítimas."

São Paulo enviou seis militares a bordo de um helicóptero Águia 12 para ajudar o estado. O governo de Santa Catarina também sinalizou o envio de 34 homens, além de um helicóptero, 12 embarcações e 9 viaturas.

Crise está em curso, governador. Leite pediu para que os moradores evitem áreas alagadas. "Vai ser pior do que o que aconteceu em setembro do ano passado, infelizmente", disse.

Nós vamos colocar no Rio Grande do Sul quantos homens for necessário para ajudar. Não tem limite da gente colocar, não. Se for só 30, vamos enviar 60, 90, 100. Não tem limite de pessoas para a gente enviar para ajudar.
Lula

Chuvas no RS

De acordo com a Defesa Civil do Rio Grande do Sul, 114 municípios foram afetados. Também foram registrados 11 feridos, 1.072 desabrigados e mais de 3.400 desalojados.

Continua após a publicidade

Em Putinga, a 210 quilômetros de Porto Alegre, há risco de rompimento de barragem. A prefeitura da cidade informou que em caso de rompimento da barragem Santa Lúcia, que está desativada, 60% da cidade seria afetada. As autoridades monitoram a situação de vazão. A cidade, de 3.747 habitantes, está sem energia elétrica e com oscilação de sinal de telefonia.

Temporais devem continuar nos próximos dias, prevê Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Até amanhã (2), são previstas chuvas que podem superar os 200 mm entre o Rio Grande do Sul e o sul de Santa Catarina, além de granizo, descargas elétricas e ventos com rajadas acima de 80 km/h.

Chuvas também impactam no abastecimento de água. Mais de 257 mil imóveis em diferentes 25 municípios foram afetados pela falta de água, segundo a companhia de saneamento do estado, Corsan.

Deixe seu comentário

Só para assinantes