Sede da PF em Curitiba sofre princípio de incêndio

São Paulo - Um princípio de incêndio atingiu a sede da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, no Paraná, na madruga desta segunda-feira, dia 20. De acordo com nota divulgada pela instituição, o fogo foi controlado rapidamente e "não houve qualquer prejuízo" aos presos no local.

A PF em Curitiba é um dos principais 'QGs' da Operação Lava Jato e onde estão presos executivos como Marcelo Odebrecht, presidente e herdeiro do grupo que leva o seu nome, e Pedro Corrêa, ex-deputado federal. No local costumam ficar os investigados que fecharam ou que negociam acordos de delação premiada.

"A Polícia Federal informa que nesta madrugada(20/02) houve um princípio de incêndio numa das salas do subsolo da Superintendência da PF em Curitiba-PR. Ressaltamos que o início de fogo foi controlado rapidamente, que não houve qualquer prejuízo aos custodiados, assim como aos trabalhos relativos à Operação Lava Jato. Peritos da PF já trabalham para levantar as causas e em virtude disso não haverá expediente no dia de hoje", informa nota divulgada pela PF.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos