Mortes no trânsito têm queda de 26% em janeiro na capital paulista

Dados do Infosiga, sistema do governo do Estado que monitora o tráfego nos 645 municípios de São Paulo, apontam registro de 60 mortes decorrentes de acidentes de trânsito na capital paulista. Em janeiro de 2016, haviam sido 81 mortes. A queda é de 25,9%.

O dado de janeiro contabiliza o mês todo. Portanto, inclui apenas seis dias dos novos limites de velocidade nas Marginais do Tietê e do Pinheiros, que tiveram a mudança no dia 25. A primeira morte nas vias após a mudança de velocidades ocorreu em 14 de fevereiro e foi de um motociclista.

Os dados do Infosiga são feitos a partir de boletins de ocorrência da Polícia Civil e são diferentes dos da CET, que também usa informações da Secretaria Municipal da Saúde.

A capital paulista continua com redução de índices de morte em um ritmo maior do que os do Estado como um todo. Somando todas as cidades de São Paulo, também há queda nas mortes: 7,5% no mês de janeiro, de 441 registros em janeiro do ano passado para 408 em janeiro de 2017.

Em 2016, o total de mortes na capital já foi menor do que o do Estado. Houve uma redução de 15% no total de vítimas no ano passado, de janeiro a dezembro, de 1.119 ocorrências em 2015 para 950 em 2016. Já levando em conta o Estado todo, a redução foi de 5,6%, de 6.066 casos em 2015 para 5.727 ano passado.

Embora as reduções de velocidade tenham tido destaque nas Marginais, a cidade como todo adotou, em 2015, o padrão de 50 km/h de velocidade máxima, com áreas em que o limite é ainda menor. Experiências nesse sentido, com comprovação de redução de mortes, vêm ocorrendo desde 2012.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos