PP diz que Aguinaldo Ribeiro será o novo líder do governo na Câmara

Em Brasília

  • Charles Sholl/Futura Press/Estadão Conteúdo

    Deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) deverá ser o novo líder do governo na Câmara

    Deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) deverá ser o novo líder do governo na Câmara

Integrantes da cúpula do PP foram informados no início da tarde desta quinta-feira (23) por interlocutores do presidente Michel Temer sobre a possível indicação do ex-líder do PP na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PB), para a liderança do governo.

As conversas com integrantes do PP ocorreram após reunião do presidente Michel Temer com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), principal articulador da substituição do atual líder do governo, André Moura (PSC), por Aguinaldo. No bate papo, pepistas também foram informados da ida de Osmar Serraglio (PMDB-PR) para o Ministério da Justiça, cargo vago após a confirmação pelo Senado do nome de Alexandre de Moraes para o Supremo Tribunal Federal (STF).

A oficialização tanto de Serraglio quanto de Aguinaldo deve ser comunicada até o final desta quinta-feira.

Em meio aos últimos acertos na composição da equipe de governo, o líder do PP na Câmara, Arthur Lira (AL), um dos principais incentivadores da ida de Aguinaldo para a liderança do governo, se reúne, no Palácio do Planalto, com o ministro da Secretaria de Governo, Antônio Imbassahy (PSDB-BA).

O ministro também esteve reunido nesta quinta com o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG). O encontro entre os dois ocorreu poucas horas depois de o agora senador José Serra (PSDB-SP) deixar o Ministério de Relações Exteriores.

Segundo integrantes da cúpula do PSDB, a escolha do novo ministro deverá passar pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. O tucano ocupou o comando do Itamaraty entre outubro de 1992 e maio de 1993, durante o governo Itamar Franco.

Após assumir a Presidência da República dois anos depois, FHC nomeou como embaixador do Brasil em Londres o diplomata Rubens Barbosa. O nome do ex-embaixador é um dos cotados por integrantes da cúpula do PSDB para ocupar a vaga deixada por Serra. Barbosa também ocupou o posto de embaixador de Washington no segundo mandato de FHC, entre de junho de 1999 a março de 2004.

Outro nome lembrado por integrantes da cúpula do PSDB é o de Sérgio Amaral. Diplomata de carreira no segundo mandato de FHC, ele comandou o Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Ele também atuou como porta-voz de FHC na Presidência entre 1995 e 1999.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos