Agentes penitenciários param no Rio em protesto contra reformas

Clarissa Thomé

Rio

As visitas no Complexo Penitenciário de Gericinó, na zona oeste, estão suspensas nesta quarta-feira, 15, porque os agentes penitenciários aderiram à greve geral em protesto contra as reformas da trabalhista e previdência. Mulheres de presos fizeram um cordão na entrada do complexo para tentar impedir a entrada e saída de carros que levam os agentes.

Para garantir mais tempo com seus parentes, as famílias costumam chegar na véspera da visita e esperar numa fila. As senhas chegaram a ser distribuídas, mas somente pela manhã houve o aviso de que a entrada não seria liberada por causa da paralisação.

O sindicato dos agentes informam que a adesão foi de 60% da categoria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos