Manifestação em Belo Horizonte reúne 3 mil pessoas, segundo organizadores

Alex Capella

Belo Horizonte

Com faixas, cartazes, bandeiras do Brasil e um carro de som, manifestantes se reuniram, na manhã deste domingo, 26, na Praça da Liberdade, região centro-sul da capital mineira. Os principais temas do protesto, organizado pelos grupos Movimento Brasil Livre (MBL), Vem Pra Rua e Patriotas, foram a criação do voto em lista fechada, a manutenção do foro privilegiado e os aumentos do fundo partidário e de impostos. O presidente Michel Temer (PMDB) e o governador Fernando Pimentel (PT) também foram alvo de críticas. Os organizadores do ato falaram em 3 mil participantes. A Polícia Militar (PM) não divulgou o número de presentes.

 

Os grupos que protagonizaram as manifestações se dividiram em três pontos da Praça da Liberdade. Em frente à sede do governo, um trio elétrico foi posicionado. Dele, coordenadores do Vem Pra Rua conclamavam os manifestantes para o combate à corrupção e criticavam o governador Fernando Pimentel. "Queremos o fim da corrupção. Tudo o que está acontecendo de ruim no País tem na origem a corrupção. Não podemos tolerar mais isso", disse a médica Kátia Pegos, uma das coordenadoras do Vem Pra Rua.

 

Um jovem carregava um cartaz com os dizeres "Imposto é roubo" e "Não tem liberdade pela metade". O protesto era contra a possibilidade de o governo federal elevar impostos para cumprir a meta fiscal deste ano, como anunciou o ministro da Fazenda, Henrique Meireles. Um segundo carro de som circulou a Praça da Liberdade com uma faixa escrita: "Intervenção constitucional militar, já!". Integrantes do Patriotas aplaudiram a passagem do carro. As defesas à Operação Lava Jato e ao juiz Sérgio Moro também tiveram espaço nas manifestações. Alguns manifestantes tiraram fotos ao lado de uma imagem do juiz instalada na praça.

 

Em dezembro do ano passado, atos realizados por esses mesmos grupos reuniram cerca de 8 mil pessoas na praça, segundo os organizadores à época.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos