Empresa poderá vender nome de parque cedido

Fabio Leite

São Paulo

  • Rafael Roncato/UOL/Foto tirada com o LG G4

    Parque Ibirapuera está na lista de parques que podem ser concedidos

    Parque Ibirapuera está na lista de parques que podem ser concedidos

Além da mudança de administração, os parques de São Paulo também poderão trocar de nome com o plano de concessão anunciado pela gestão João Doria (PSDB).

A Prefeitura incluiu o chamado naming rights (venda de direitos de nome) como fonte de receita alternativa para as empresas ou instituições privadas que queiram assumir a gestão dos parques municipais por ao menos cinco anos.

A previsão consta do edital publicado ontem no qual a Prefeitura abre prazo de 30 dias para receber estudos do setor privado para viabilizar a concessão de 14 parques da capital, incluindo Ibirapuera, Aclimação, Buenos Aires, Carmo e Trianon.

A ideia é lançar a licitação em pacotes de concessão, com mais de um parque em um mesmo contrato, ainda este ano.

Embora autorize a venda do naming rights dos parques, a exemplo do que foi feito na arena do Palmeiras, o Allianz Parque, o edital exige que "o nome original do parque deverá compor o novo nome proposto".

O texto define ainda que os nomes dos equipamentos instalados nos parques, como o Museu de Arte Moderna (MAM) no Parque Ibirapuera, devem ser preservados.

Segundo a gestão Doria, o modelo de concessão e as contrapartidas ao gestor privado ainda serão definidos após o recebimento de estudos. O edital destaca que o acesso aos parques deverá continuar sendo livre, sem taxa de ingresso.

O documento permite que os futuros concessionários obtenham receita alternativa explorando estacionamento, restaurantes e lanchonetes, publicidade, realização de eventos - e com serviços de aluguel de bicicletas e de outros equipamentos esportivos e lazer.

A gestão afirma que as quadras poliesportivas e os parquinhos já existentes continuarão com acesso livre. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos