Defesa de Aécio diz que vai recorrer de decisão do STF nesta terça

Julia Lindner

Brasília

A defesa do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) informou, por meio de nota, que vai recorrer nesta terça-feira, 23, ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que o tucano possa retomar o mandato parlamentar. O advogado Alberto Zacharias Toron alega que o cliente requer a revogação das medidas cautelares autorizadas monocraticamente pelo ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato na Corte, por "falta de base legal e constitucional".

Sobre o recurso do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao STF, pedindo a prisão preventiva do senador, a defesa de Aécio diz que aguarda ser intimada para "apresentar suas contrarrazões, oportunidade em que demonstrará a impropriedade e descabimento do pedido" do PGR.

Na noite desta segunda-feira, 22, Janot pediu que Fachin reconsidere a decisão de negar o pedido de prisão feito pelo PGR ou leve com urgência o caso para o plenário, com intuito de que os 11 ministros da Corte analisem a possibilidade de prisão dos parlamentares.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos