Chuvas forçam saída de 35 mil pessoas de casas em Pernambuco

Mônica Bernardes, Especial para o Estado

rECIFE

Em Pernambuco, o número de desabrigados e desalojados já chega a 35 mil depois das fortes chuvas que atingem as regiões do Agreste e da Mata Sul do Estado desde a semana passada. Duas pessoas morreram, em Lagoa dos Gatos, e outras duas estão desaparecidas, na cidade Caruaru.

O governador Paulo Câmara decretou estado de calamidade em 14 municípios: Água Preta, Amaragi, Barra de Guabiraba, Barreiros, Belém de Maria, Catende, Cortês, Gameleira, Jaqueira, Maraial, Palmares, Ribeirão, Rio Formoso, São Benedito do Sul. Equipes da Defesa Civil iniciaram o cadastramento das famílias que foram obrigadas a deixar suas residências.

Na cidade de Palmares - onde a precipitação chegou a 192 mm nas últimas 48 horas - a população está assustada. 17 mil, dos 65mil moradores tiveram que sair dos imóveis onde residem por causa das enchentes e dos deslizamentos. Três escolas estão funcionando como abrigos improvisados.

De acordo com informações da prefeitura local, a zona rural foi tão atingida quanto a urbana. Há comprometimento de estradas (BRs e vias vicinais) e pelo menos cinco pontes de pequeno e médio porte foram arrastadas pelas águas. Também houve deslizamento de barreiras na zona rural. Temos famílias desabrigadas e desalojadas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos