Temer diz a jornalistas estrangeiros que ainda está habilitado para governar

São Paulo

O presidente Michel Temer disse nesta segunda-feira, 29, que permaneceria no poder, apesar da pressão para que ele renuncie, e previu que o Congresso aprovaria sua ampla reforma de austeridade fiscal nos próximos meses.

Em entrevista concedida a repórteres estrangeiros, Temer disse que seu impopular plano de reforma da Previdência seria aprovado, apesar da turbulência política desencadeada pela delação da JBS.

Esses foram os primeiros comentários de Temer a correspondentes estrangeiros desde a eclosão do escândalo em 17 de maio, que derrubou o real e levantou questões sobre a permanência do peemedebista no poder.

"Sou plenamente capaz de continuar promovendo as reformas, o que significa que eu tenho habilidade para governar", disse. "O Brasil não vai parar".

Fonte: Dow Jones Newswires.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos