Janot cobra multa de R$ 10 milhões de Temer e R$ 2 milhões de Rocha Loures

Breno Pires, Fabio Serapião e Luiz Vassallo

Brasília

Na cota da denúncia por corrupção passiva contra o presidente Michel Temer, protocolada nesta segunda-feira, 26, junto ao Supremo Tribunal Federal, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu multa de R$ 10 milhões ao peemedebista a título de danos morais coletivos. Ao ex-deputado-federal e ex-assessor de Temer Rodrigo Rocha Loures Janot pediu penalidade de R$ 2 milhões.

Na cota da denúncia, Janot acusa Temer de ludibriar os cidadãos brasileiros que confiaram nele com 54 milhões de votos.

"Em dimensão menor, mas no mesmo sentido, deve-se registrar que Rodrigo Loures violou a dignidade do cargo que ocupou como Deputado Federal. A cena do parlamentar correndo pela rua, carregando uma mala cheia de recursos espúrios, é uma afronta ao cidadão e ao cargo público que ocupava. Foi subserviente, valendo-se de seu cargo para servir de executor de práticas espúrias de Michel Temer", afirma Janot.

O procurador-geral da República ainda pediu a indenização de R$ 10 milhões a Michel Temer e de R$ 2 milhões a Loures alegando levar em conta o montante aceito e recebido pelos denunciados, a dignidade do cargo que ocupam, o reflexo do ato espúrio no âmbito interno e internacional, a envergadura dos atores das condutas espúrias.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos