'Nunca ouvi falar nisso', diz Meirelles, sobre influência de Joesley em indicação

Francisco Carlos de Assis e Eduardo Laguna

São Paulo

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, evitou tecer comentários sobre a suposta influência de seu ex-patrão, Joesley Batista, na escolha de seu nome para a pasta, conforme indica um trecho da conversa gravada pelo empresário com o presidente Michel Temer recuperado em perícia da Polícia Federal (PF).

"Nunca ouvi falar nisso. O presidente Michel Temer nunca comentou isso comigo. Então, eu não tenho nada a comentar sobre algo que eu nunca ouvi falar", desconversou o ministro.

Meirelles disse que houve influência de um grande número de pessoas na escolha feita por Temer. "Recebi um apoio enorme de parcelas importantes da sociedade: meio empresarial, imprensa, consumidores, etc. Andando na rua sempre foi fácil verificar isso", afirmou o ministro, acrescentando que nunca se preocupou se algum empresário foi contra ou a favor à sua indicação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos