Paulsen: não se aceita nessa Corte condenações com base só em delatores

Renan Truffi, Julia Lindner e Ricardo Brandt

Porto Alegre

O desembargador Leandro Paulsen disse que a 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), presidida por ele, não aceita condenações com base só em depoimentos de delatores. Essa tem sido uma das principais críticas feitas por aliados o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que é alvo de julgamento na Corte nesta quarta-feira, 24.

Paulsen afirmou também que, na Operação Lava Jato, "não há vítimas nem vilões" e relembrou o caso do mensalão, que aconteceu durante os governos Lula. "Já na época do mensalão havia simbiose entre setores privado e público", explicou antes de minimizar a personificação do caso. "Mudam-se os nomes dos políticos e operadores, mas estrutura mostra-se constante".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos