Temer visita Projeto Sirius e diz que programa revela potencialidades do Brasil

Francisco Carlos de Assis

Campinas

O presidente Michel Temer esteve em Campinas na manhã desta quinta-feira para visitar o Projeto Sirius, no Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM). Em breve discurso, o presidente disse que a magnitude do projeto "revela as potencialidades do Brasil". "Esse fato deve ser divulgado não só no Brasil, mas também no exterior para que os brasileiros tenham orgulho do País", disse.

Temer saiu do evento sem dar entrevistas. Ele se reuniu mais cedo no local com o governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), quando, de acordo com a assessoria de imprensa do Palácio dos Bandeirantes, ambos trataram unicamente do projeto. O tucano também saiu sem falar com a imprensa.

Participaram da visita ainda o ministro de Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab, e o deputado Celso Russomanno (PRB-SO), entre outras autoridades políticas e acadêmicas.

No coração do Projeto Sirius encontra-se um acelerador de partículas projetado para produzir um tipo de radiação eletromagnética que inclui desde a luz infravermelha até os raios X. A luz, denominada sincrotron, é utilizada na análise dos mais diversos materiais e revela estruturas nos seus níveis de átomos e moléculas.

O projeto receberá até o seu término investimentos de R$ 1,8 bilhão, financiado pelo Ministério de Ciência e Tecnologia. Cerca de 80% do orçamento serão recursos do País e 85% do projeto já está concluído. Os investimentos foram iniciados em 2014 com previsão de que entre em funcionamento em 2020.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos