PUBLICIDADE
Topo

Em resposta a Bolsonaro, Alckmin diz ser covardia desrespeitar mulheres e negros

Mateus Fagundes

São Paulo

22/09/2018 21h14

O candidato à presidência pelo PSDB Geraldo Alckmin defendeu na noite deste sábado, 22, a estratégia de criticar o concorrente Jair Bolsonaro (PSL).

Ontem, em entrevista à Folha de S. Paulo, Bolsonaro disse que a campanha tucana de expor falas polêmicas dele é uma "covardia".

"Não é covardia mostrar o que Bolsonaro pensa e fala. A covardia é dele de desrespeitar mulheres, negros e pobres", escreveu Alckmin no Twitter há pouco.

Estagnado nas pesquisas, Alckmin aumentou o tom dos ataques aos concorrentes neste sábado. Mais cedo ele criticou o presidenciável Ciro Gomes (PDT).