PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Governador do DF entra na Justiça para fechar presídio federal onde está Marcola

21.ago.2001 - Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, apontado como líder do PCC - Sergio Lima/Folhapress
21.ago.2001 - Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, apontado como líder do PCC Imagem: Sergio Lima/Folhapress

André Borges

Brasília

25/03/2019 15h12

O governador do Distrito Fedreal, Ibaneis Rocha (MDB), acionou nesta segunda-feira, 25, a Justiça com pedido para que o presídio federal de segurança máxima do DF, localizado no complexo da Papuda, seja fechado.

Ibaneis também voltou a pedir a transferência imediata do líder do PCC, Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, para outro Estado. Em encontro com prefeitos, Ibaneis disse que em nenhuma outra capital federal do mundo haveria situação como a de Brasília.

No fim de semana, ele já tinha criticado a decisão do ministro da Justiça, Sérgio Moro, de transferir Marcola para Brasília. Segundo ele, a atitude do ministro demonstra que "ele não conhece nada de segurança, realmente".

"Essa medida do governo afronta qualquer raciocínio lógico, extrapola, passa dos limites. Vou fazer um escarcéu. Essa pessoa não pode ficar aqui. Essa transferência ofende a lei de segurança nacional", disse Ibaneis. Inaugurada em outubro, a unidade de Brasília é a mais nova administrada pela União e abriga outros presos pertencentes à facção paulista.

Cotidiano