Topo

Decreto prorroga GLO na Amazônia Legal por mais um mês, até 24 de outubro

As queimadas na Amazônia brasileira provocaram debate internacional sobre a preservação da floresta - Felipe Werneck/Ibama
As queimadas na Amazônia brasileira provocaram debate internacional sobre a preservação da floresta Imagem: Felipe Werneck/Ibama

Sandra Manfrini

Brasília

20/09/2019 16h07

O governo federal prorrogou o prazo do emprego das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem (GLO) na Amazônia Legal em ações de apoio ao combate de incêndio.

Em edição extra do Diário Oficial da União publicada no período da tarde desta sexta-feira, 20, o presidente da República, Jair Bolsonaro, editou Decreto que estende o prazo até 24 de outubro de 2019.

Em 23 de agosto, quando adotou a GLO na região, o governo tinha estabelecido o prazo inicialmente de um mês, terminando em 24 de setembro.

O emprego das Forças Armadas está previsto nas áreas de fronteira, nas terras indígenas, nas unidades federais de conservação ambiental e outras áreas dos Estados da Amazônia Legal.

Mais Cotidiano