Abate de bovinos sobe 12,2% no 3º tri de 2023 ante o 3º tri de 2022, diz IBGE

Rio, 7 - Os produtores brasileiros abateram um recorde de 8,93 milhões de cabeças de bovinos sob algum tipo de serviço de inspeção sanitária no terceiro trimestre de 2023, uma alta de 12,2% em relação ao terceiro trimestre de 2022, segundo os resultados das Pesquisas Trimestrais do Abate de Animais, do Leite, do Couro e da Produção de Ovos de Galinha, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em relação ao segundo trimestre de 2023, houve aumento de 5,5%.

O montante resultou numa produção de 2,38 milhões de toneladas de carcaças bovinas no terceiro trimestre de 2023, alta de 10,0% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior. Na comparação com o segundo trimestre de 2023, houve avanço de 8,3%.

As mais lidas agora