Topo

Irmã de Papa diz que ele não queria ser eleito

14/03/2013 16h12

BUENOS AIRES, 14 MAR (ANSA) - A irmã do papa Francisco, María Elena Bergoglio, revelou nesta quarta-feira que ele -- assim como ela -- não queria ser eleito ao cargo e que não sabe o que o fez mudar de opinião, mesmo assim, disse estar orgulhosa do irmão.

Ele "nunca falou muito sobre os motivos [de não querer ser Papa] e eu não sei o que foi que fez ele mudar de ideia" disse, ao receber a imprensa em sua casa, na zona oeste de Buenos Aires.

María Elena explicou que, na eleição anterior, em 2005, ela rezou para que seu irmão não fosse eleito, mas que "desta vez, pedi que a Deus que fizesse sua vontade", ainda assim, "esperando que ele não fosse eleito".

Ela acrescentou que "não podia acreditar" quando escutou que seu irmão havia sido eleito o novo líder da Igreja Católica."É um feito histórico" o primeiro Papa latino-americano ser seu irmão disse, em entrevista à emissora local C5N. (ANSA)

Mais Internacional