Em Davos, aliança fecha acordo sobre vacina contra ebola

Em Roma

  • Eddie Keogh

    Pesquisador trabalha na produção de vacina contra o vírus ebola no Instituto The Jenner em Oxford, na Inglaterra

    Pesquisador trabalha na produção de vacina contra o vírus ebola no Instituto The Jenner em Oxford, na Inglaterra

A Aliança Global para Vacinas e Imunização (Gavi) assinou um acordo no valor de US$ 5 milhões para a compra de mais de 300 mil doses de vacina contra o ebola que está sendo desenvolvida pela empresa farmacêutica Merck. As doses estarão disponíveis a partir de maio de 2016.   

O acordo foi assinado durante o Fórum Econômico Mundial, que acontece em Davos, na Suíça.   

O diretor da Gavi, Seth Berkley, disse que "as novas ameaças pedem soluções inteligentes e nosso acordo de financiamento inovador vai garantir que estejamos preparados para futuras epidemias".   

"Se for aprovada, a vacina pode ser tornar a primeira licenciada para o combate do vírus e o Gavu poderá iniciar a compra de unidades para criar um estoque para ser utilizado em futuros surtos", informou o grupo em nota.

A vacina, que ainda está na fase de desenvolvimento, deve ser aprovada no final de 2017. As primeiras unidades da vacina serão utilizadas em estudos clínicos ou casos de emergência.

A Gavi foi criada em uma iniciativa das Nações Unidas (ONU), em parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Banco Mundial, com o objetivo de ampliar o acesso das populações de países subdesenvolvidos às imunizações. 

Surto - No último dia 14, a OMS declarou o fim da epidemia de Ebola na África. Poucas horas mais tarde, no entanto, o governo da Serra Leoa registrou uma nova morte relacionada ao vírus.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos