Papa muda regra e inclui mulheres no rito do lava-pés

Cidade do Vaticano (Vaticano)

  • Ossevatore Romano/AFP

    2.abr.2015 - Papa Francisco lava os pés de presidiários do centro penitenciário de Rebibbia, em Roma, no tradicional lava-pés católico, antes da Páscoa

    2.abr.2015 - Papa Francisco lava os pés de presidiários do centro penitenciário de Rebibbia, em Roma, no tradicional lava-pés católico, antes da Páscoa

O papa Francisco ordenou a alteração das regras do tradicional rito litúrgico do lava-pés, realizado durante a missa Coena Domini na quinta-feira santa, permitindo que meninas e mulheres também tenham seus pés lavados.

O rito lembra o gesto feito por Jesus na noite da Última Ceia com seus apóstolos e, até este ano, deveriam ser escolhidos apenas homens ou meninos para terem seus pés lavados pelo pontífice.

Segundo Jorge Mario Bergoglio, "os pastores da Igreja podem escolher os participantes do rito entre todos os membros do povo de Deus", ou seja, também pessoas do sexo feminino.

No ano passado, o papa Francisco já havia quebrado o protocolo, lavando o pé de seis detentas, além de seis detentos, entre eles um brasileiro. Uma das mulheres estava com um bebê no colo, que também teve seus pés lavados, cena que comoveu as pessoas presentes no local.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos