Itália autoriza EUA a usarem base na Sicília para drones

NOVA YORK, 22 FEV (ANSA) - O governo da Itália autorizou no mês passado o uso de uma base militar em seu território para a decolagem de drones armados norte-americanos para operações militares contra o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) no norte da África, principalmente na Líbia.   

A informação é do diário "The Wall Street Journal", que fala em uma "reviravolta" após anos de negociações. No entanto, segundo o periódico, o "sinal verde" de Roma foi dado com uma condição: os aviões não tripulados só podem ser usados para "fins de defesa" e para "proteger" as missões das forças especiais dos Estados Unidos.   

Esses drones ficam na base de Sigonella, na Sicília, e o presidente Barack Obama ainda tenta persuadir o governo italiano a autorizar o seu uso para operações ofensivas, como a que matou mais de 40 pessoas em Sabratha na semana passada. Neste caso, as aeronaves partiram de uma base militar na Inglaterra.   

Até agora, a Itália se recusa a ceder nesse ponto, com medo de acender uma oposição interna contra a guerra, especialmente se os ataques com drones deixarem vítimas civis. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos