Egito investiga novos suspeitos pela morte de italiano

ROMA, 27 FEV (ANSA) - Antes de desaparecer no Cairo, no dia 25 de janeiro, o italiano Giulio Regeni "efetuou 20 telefonemas", informou uma "fonte da segurança" ao jornal egípcio "Akhbar Al Youm" neste sábado (27).   

Segundo a publicação, o "relatório da empresa de telefonia dados aos investigadores fornece provas claras" para apontar os "suspeitos" do assassinato e que eles estão sendo muito valiosos para as equipes de investigação no Egito e na Itália.   

O jornal ainda informa que com essas informações, novos suspeitos foram incluídos no caso. "Os serviços de segurança estão quase terminando o interrogatório das pessoas para quem ele telefonou e de seus amigos", escreve ainda a publicação.   

No entanto, a Procuradoria de Roma pontua que as investigações estão verificando a morte como sendo causada por "profissionais" de tortura, que teriam sido contratados para matar o pesquisador por causa de seu trabalho.   

Até o momento, não acredita-se em crime relacionado às drogas (a autópsia não apontou nenhum traço de substâncias entorpecentes), a sequestrou ou um crime passional.   

O corpo do pesquisador de 28 anos foi encontrado no dia 3 de fevereiro com sinais de tortura, incluindo as duas orelhas mutiladas e duas unhas arrancadas. Ele era natural de Fiumicello, no norte da Itália, e foi enterrado no último dia 12, em uma cerimônia com mais de 3 mil pessoas.   

Regeni estava no Cairo para uma tese acadêmica sobre a economia local e sindicatos independentes, mas também contribuía com o jornal comunista "Il Manifesto". Antes de sumir, ele chegou a enviar um artigo - publicado após sua morte -, pedindo para o diário usar um pseudônimo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos