Turismo rural deve chegar com força neste ano na Itália

ROMA, 31 MAR (ANSA) - Na Itália, 2016 será o ano do turismo rural. Após o número de visitantes no interior do país durante este feriado da Páscoa ter crescido em 15% em relação ao mesmo período de 2015, espera-se que o verão em hotéis fazendas e em pousadas mais rurais conte com um número entre 7,5 e 8 milhões de pessoas de maio a setembro.   


No ramo, o objetivo deste ano é o de ultrapassar o lucro de 1,5 bilhão de euros, superando o 1,2 bilhão de 2015. Essas informações são da Confederação de Agricultores Italiano (CIA - Cagricultore Italiane), que inaugurou nesta quinta-feira, dia 31, a segunda edição do Festival Nazionale degli Agriturismi.   


O evento também trouxe outros dados do setor, como os 232 mil lugares para se hospedar da região rural da Itália e as 2 mil empresas especializadas em atividades sociais e didáticas da área.   


Ao contrário da tendência que fechou 22% das companhias agrícolas nos últimos 10 anos, as relacionadas ao turismo rural aumentaram em 55% no mesmo tempo.   


Além disso, no festival também foi discutido que a comida caseira, feita pela dona da pousada com os produtos típicos da região colhidos na própria horta, fazenda ou plantação, é completamente indispensável quando se fala em turismo rural.   


(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos