Atriz promete sexo oral em quem votar 'não' em referendo

ROMA, 24 NOV (ANSA) - Inspirando-se na cantora Madonna, a atriz italiana Paola Saulino prometeu fazer sexo oral em quem votar "não" no referendo constitucional de 4 de dezembro, que decidirá sobre a reforma do Senado apresentada pelo primeiro-ministro Matteo Renzi.   

A mesma promessa havia sido feita pela rainha do pop, mas para quem votasse em Hillary Clinton para a Presidência dos Estados Unidos. Inicialmente, Saulino disse que ajudaria Madonna a satisfazer os fãs caso a democrata vencesse. Como isso não ocorreu, decidiu fazer uma campanha própria.   

"Praticarei sexo oral com a devida e acurada maestria, levando meu dever até o fim, sem desperdiçar nem mesmo uma gota de sua essência, olhando-os rigorosamente nos olhos, em quem votar 'não' no referendo", escreveu a atriz, que vive em Hollywood e não tem nenhum trabalho de destaque na carreira.   

Em entrevista a um site italiano, Saulino afirmou que a promessa vale apenas para homens. O curioso é que o premier Renzi, criticado pela atriz, havia declarado torcida por Hillary, candidata por quem Saulino tinha se comprometido a distribuir sexo oral.   

O referendo constitucional decidirá sobre a reforma que acaba com o bicameralismo paritário na Itália e transfere competências das Regiões para o Estado. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos