Lapo Elkann é preso em NY por planejar próprio sequesstro

NOVA YORK, 29 NOV (ANSA) - O neto do empresário italiano Gianni Agnelli e herdeiro da companhia automobilística italiana Fiat, Lapo Elkann, foi preso e logo liberado pela polícia de Nova York por ter simulado seu próprio sequestro para conseguir US$ 10 mil de sua família.   

Segundo a imprensa norte-americana, que citou fontes da polícia local, Elkann teria ido para Nova York para comemorar o Dia de Ação de Graças, que aconteceu na última quinta-feira (24), e pediu os serviços de uma acompanhante de 29 anos, com quem passou dois dias consumindo excessivamente álcool e drogas. Sem mais dinheiro, a acompanhante teria comprado mais droga e Elkann teria prometido pagá-la de volta. Assim, ainda de acordo com a imprensa dos Estados Unidos, o empresário teria começado a elaborar o seu próprio sequestro, contando aos seus familiares que o estavam mantendo contra sua vontade em um apartamento de Manhattan e que uma mulher o machucaria se não fossem entregues US$ 10 mil. Um membro da família de Elkann então teria se dirigido à polícia, que organizou a falsa entrega do dinheiro e que acabou descobrindo a farsa da dupla. Os oficiais deram o parecer de que o plano era ideia do empresário e liberaram a prostituta sem acusações, o que não aconteceu para o norte-americano. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos