'Meu sonho morreu', diz Ranieri após demissão

ROMA, 24 FEV (ANSA) - Demitido do Leicester City menos de nove meses depois de ter levado o clube a um histórico e inédito título na Premier League, o técnico italiano Claudio Ranieri se manifestou pela primeira vez após o rompimento e disse que seu "sonho" terminou.   


Por meio de um comunicado divulgado nesta sexta-feira (24), o treinador afirmou que desejava permanecer nos "Foxes" e declarou seu amor ao time inglês. "Ontem [23] meu sonho morreu, eu queria apenas ficar no Leicester. Após a euforia da última temporada, após termos sido coroados campeões da Premier League, aquilo que sonhava era ficar no Leicester City, o clube que amo, para sempre", disse Ranieri.   


Chamando sua epopeia na Inglaterra de "maior história do futebol", o técnico agradeceu à equipe e aos torcedores e lembrou que o improvável feito do ano passado não pode ser apagado. "Ninguém poderá nos tirar aquilo que alcançamos. Foi um período de felicidade e alegria que nunca esquecerei. Foi um prazer e uma honra ser campeão com vocês", concluiu o italiano.   


A diretoria justificou a demissão de Ranieri com a má campanha do Leicester na atual temporada. O time ocupa a 17ª posição no Campeonato Inglês, apenas um ponto acima da zona de rebaixamento, desempenho que prevaleceu sobre o feito conquistado no ano passado, quando os "Foxes" levantaram seu primeiro troféu em mais de 130 anos de existência. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos