Papa abre caminho para canonização de 'pastorinhos' de Fátima

CIDADE DO VATICANO, 23 MAR (ANSA) - O papa Francisco promulgou nesta quinta-feira (23) o decreto que reconhece um milagre atribuído à intercessão dos "pastorinhos" Francisco e Jacinta Marto, que, ao lado de Lúcia dos Santos, assistiram às supostas aparições da Virgem Maria em Fátima, em 1917.   

Com isso, aumentou a expectativa de que as duas crianças sejam canonizadas durante a visita do líder da Igreja Católica à cidade portuguesa, nos dias 12 e 13 de maio, como desejam os fiéis locais. Francisco, morto em 1919, aos 10 anos, e sua irmã, Jacinta, falecida em 1920, aos nove, se tornarão santos por um milagre em comum, repetindo o que já ocorrera em 2000, quando foram beatificados por João Paulo II.   

Os irmãos serão alguns dos mais jovens santos do catolicismo por terem se confiado plenamente à mãe de Jesus, que teria profetizado inclusive suas mortes precoces. Eles sofreram perseguições, chegando a ser presos para revelar o que Maria lhes havia dito nas aparições, e morreram de gripe espanhola, oferecendo o próprio sofrimento para "expiar os pecados do mundo".   

A terceira criança que teria visto a Virgem em Fátima, Lúcia dos Santos, se tornou freira e viveu até 2005, aos 97 anos. No seu caso, o processo de beatificação passou pela fase diocesana no mês passado. Salvo surpresas do Papa, sua canonização ainda deve demorar.   

As aparições de Fátima são reconhecidas pela Igreja Católica, mas por terem sido "revelações privadas", os fiéis não são "obrigados" a acreditar. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos