Donnarumma é criticado por faltar em provas finais na escola

MILÃO, 04 JUL (ANSA) - A decisão do goleiro do Milan Gianluigi Donnarumma, 18 anos, de faltar nos exames de maturidade de 2017, conjunto de provas que encerra o ciclo escolar na Itália, vem provocando polêmica no país da bota.   


As provas de Donnarumma deviam ter acontecido em junho, mas o arqueiro milanista pedira seu adiamento para disputar o Campeonato Europeu Sub-21 com a Azzurra, solicitação que foi atendida. No entanto, após o fim do torneio, "Gigio" partiu para a paradisíaca ilha espanhola de Ibiza e não compareceu aos exames.   


"É um comportamento que representa uma grave falta de respeito pela escola, pela comissão e pelos estudantes das classes envolvidas", declarou a professora Elda Frojo, presidente da comissão que avaliaria Donnarumma, aluno do colégio Leonardo da Vinci, em Vigevano.   


O goleiro recebia aulas particulares e faria os testes de maturidade para conseguir um diploma técnico de contabilidade.   


Ainda assim, ele se formaria na escola com um ano de antecedência.   


"O senhor Donnarumma pediu para fazer as provas supletivas. O Ministério da Educação tenta encorajar aqueles que se dedicam ao esporte, mas querem seguir os estudos. No caso do senhor Donnarumma, acreditou-se que o Campeonato Europeu Sub-21 justificasse o pedido. Isso provocou um atraso nos trabalhos.   


Exames foram interrompidos para permitir que o agora ex-candidato fizesse as provas escritas", acrescentou Frojo.   


Segundo a professora, 57 jovens fizeram os exames de maturidade no mesmo dia em que o goleiro devia ter se apresentado, alguns dos quais com graves problemas familiares. Até a ministra da Educação da Itália, Valeria Fedeli, entrou na polêmica e escreveu um artigo para o jornal "La Gazzetta dello Sport" pedindo para o jogador "não desistir do diploma".   


"Quero dizer, abertamente, que espero que você faça os exames no ano que vem, demonstrando, como outros campeões já fizeram, que pernas e cabeça podem estar juntas, que esporte de alto nível e estudos não são incompatíveis", disse Fedeli.   


Donnarumma foi um dos principais alvos da imprensa italiana nas últimas semanas por causa de sua arrastada renovação com o Milan, que está perto de ser confirmada oficialmente. O goleiro é titular absoluto do clube rossonero e reserva imediato de Buffon, de quem é considerado o sucessor, na seleção italiana.   


(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos