Com praias e baladas, Salento é a Ibiza do verão italiano

SALENTO, 10 JUL (ANSA) - Por Alessandra Magliaro. Há alguns anos vem se observando que a região de Salento, mais conhecida como a ponta do salto da bota no mapa italiano, está se confirmando como o polo do entretenimento de verão na Itália, com baladas, festas e festivais de músicas prestigiados por pessoas de todos os gostos e saldos bancários assim como Ibiza, ilha espanhola que atrai milhões todos os anos pelas suas inúmeras opções de diversão noturna. E assim como Ibiza, Salento, que compreende grande parte da Púglia, como as províncias de Lecce, Brindisi e Taranto, também conta com duas frentes turísticas que convivem, são complementares e contribuem para a promoção do território. De dia, o mar de águas cristalinas de Salento apaixona os turistas com suas praias paradisíacas que têm "vista" para o Mar Adriático, como Baia dei Turchi, Castro, Gagliano del Capo, Santa Cesarea Terme, Frassanito e Otranto; e para o Mar Jônico, como a Marina di Pescoluse, Torre San Giovanni, Riva d'Ugento, Porto Selvaggio, San Isidoro, Santa Maria al Bagno, Torre Pizzo, Punta della Suina e Torre Lapillo. As praias são para todos, tanto para famílias inteiras, com filhos pequenos, que procuram descanso, segurança e diversão, quanto para casais apaixonados, que desejam férias românticas, mas com emoção, e para grupo de amigos, que apreciam tanto uma boa praia como uma boa e badalada festa. Além disso, a região ainda conta com uma oferta impressionante de produtos locais, com frutas, verduras e alimentos feitos no próprio território, como vinho e azeite, que podem ser consumidos nos inúmeros restaurantes e cantinas em um percurso enogastronômico de encher a boca. O cenário natural preservado é caracterizado também por 80 torres militares construídas no final de 1500 para defender Salento das invasões dos turcos e dos sarracenos pelo mar. Destas magníficas construções, que aparecem como cenário de grande parte das fotografias tiradas na região, duas foram restauradas e estão abertas ao público atualmente: as torres de Porto Cesareo; Torre Lapillo e Torre Chianca.   


No interior da última, também se encontra um centro de primeiros-socorros às tartarugas marinhas e uma exposição fixa sobre a estátua do deus egípcio Tot que foi encontrada no mar na década de 1930.   


Além disso, do local, assim como em vários outros pontos da zona, partem excursões turístico-ambientais de barco, de Porto Cesareo às Colonne Romane, ou a pé até a reserva natural da Palude del Capitano.   


Já de noite, os bares, restaurantes, baladas, festas, festivais de música e outros eventos exclusivos aquecem a região e mostram uma Salento moderna, hype e que tem condições de atrair muito mais do que apenas os italianos nos verões dos próximos anos.   


Alguns dos locais imperdíveis para se curtir a noite da região são a Samsara Beach, que atrai milhares de jovens; a Isola Beach, que impõe luxo em uma ilha particular; a G Beach, que atrai a comunidade LGBT; a Blubay, a balada mais requisitada pelos italianos; e finalmente o Popfest, o Il Grido e o Postepay Sound Parco Gondar, que são considerados os principais festivais de música da área e que agitam o verão italiano com grandes atrações internacionais. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos