Sul-africana Demi-Leigh Nel Peters é eleita Miss Universo

SÃO PAULO, 27 NOV (ANSA) - A sul-africana Demi-Leigh Nel Peters, de 22 anos, foi eleita ontem (26) a Miss Universo 2017.   


Participaram da competição mais de 90 candidatas, dentre elas, a italiana Maria Miriam Polverino, de 25 anos. A Miss Brasil Monalysa Alcântara, de 18 anos, ficou entre as 10 semifinalistas. A colombiana Laura Gonzalez ficou em segundo lugar e a Miss Jamaica, Davina Bennett, em terceiro. No verão passado, a modelo sul-africana se envolveu em polêmicas acerca da AIDS, após usar luvas para servir comida a crianças portadoras do vírus. Segundo a imprensa sul-africana, ela ainda foi acusada de racista, pois o local em que realizou trabalho voluntário, Soweto, tem população majoritariamente negra. Durante a disputa, a jovem administradora de empresas declarou que a " "AIDS é um grande problema no meu país, África do Sul", e que "esperava poder se empenhar com esse tema." A Miss Universo falou também sobre disparidade salarial entre gêneros ao ser questionada sobre a maior situação que as mulheres enfrentam no trabalho. Modelo sul-africana e formada em Administração de Empresas pela Universidade de North West, Demi-Leigh Nel Peters, recebeu, além da coroa, um apartamento de luxo em Nova York, onde morará durante um ano, e diversos outros prêmios. O evento aconteceu no Planet Hollywood, em Las Vegas e, pela primeira vez, os países de Camboja, Laos e Nepal tiveram representantes no concurso. Outra inovação foi a divisão do concurso em grupos regionais, de acordo com o continente de cada participante. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos