Atropelamento em Melbourne faz Austrália viver dia de terror

SYDNEY, 21 DEZ (ANSA) - A Austrália viveu momentos de pânico nesta quinta-feira (21). Um homem atropelou dezenas de pessoas em Melbourne e deixou 14 feridos, alguns em estado grave.   

Em um primeiro momento, as autoridades temeram que o caso fosse um atentado terrorista, mas ainda não há provas que indiquem isso. "Trata-se de um ato deliberado, mas as investigações estão em curso. Ainda é muito cedo para saber as motivações", disse um porta-voz da polícia. Dois suspeitos foram presos: o motorista, de 34 anos, e um homem de 24 anos que foi visto filmando o atropelando e com uma bolsa com facas. O motorista do carro seria um australiano de origem afegã, já conhecido pela polícia. Ele teria tido problemas psicológicos e usado drogas, de acordo com as investigações em curso. Imagens do atropelamento mostram o homem com barba longa, cabelos curtos, camiseta e calça jeans.   

O atropelamento foi feito com uma SUV, em frente à estação Flinders Street, uma região movimentada de Melbourne, por volta das 16h30 (hora local).   

"A polícia foi chamada por um incidente na Flinders Street, entre Elizabeth e Swanston Street, onde um veículo atingiu diversos pedestres. O motorista foi preso", disse Creina O'Grady, porta-voz da polícia.   

De acordo com testemunhas, o veículo estava a cerca de 100km/h na hora do acidente, que as autoridades ainda não consideram um ato terrorista.   

O primeiro-ministro da Austrália, Malcolm Turnbull, usou as redes sociais para lamentar o ocorrido e informou que tanto as autoridades federais quanto as locais "estão trabalhando juntas na cena para investigar esse incidente chocante".   

Essa é a segunda vez que a cidade sofre um atropelamento coletivo. Em janeiro, seis pessoas morreram quando um homem jogou um carro contra pedestres na Bourke Street.   

Por conta disso, as autoridades australianas instalaram blocos de concreto em diversos pontos da cidade como prevenção. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos