Ancelotti recusa comandar seleção da Itália, diz jornal

SÃO PAULO, 29 ABR (ANSA) - O treinador Carlo Ancelotti teria se recusado a comandar a seleção da Itália, depois da não classificação para a Copa do Mundo da Rússia, informou a imprensa italiana neste domingo (29).   


De acordo com o jornal "Corriere dello Sport", o italiano falou sobre sua decisão no último sábado (28) durante reunião com os responsáveis pela Federação Italiana de Futebol (Figc), Roberto Fabbricini e Alessandro Costacurta.   


Atualmente, Ancelotti está desempregado, mas segundo a publicação, ele listou alguns motivos para recusar a oferta, entre eles o fato de preferir seguir treinando clubes, e o baixo valor de salário oferecido no contrato.   


O ex-técnico do Bayern de Munique era o nome mais aguardado pelos italianos para comandar a Azzurra. Além dele, outros mais cotados pela imprensa italiana são o próprio Luigi Di Biagio, Antonio Conte (Chelsea), Roberto Mancini (Zenit) e Claudio Ranieri (Nantes). (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos