Putin recebe Macron e lamenta decisão de Trump sobre Kim

MOSCOU, 24 MAI (ANSA) - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, se reuniu nesta quinta-feira (24) com seu homólogo francês, Emmanuel Macron, no Palácio de Constantino, em São Petersburgo.   

Durante o encontro, Putin lamentou a decisão do mandatário dos Estados Unidos, Donald Trump, de cancelar a reunião com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, marcada para 12 de junho.   

"Nós esperávamos um passo importante na redução das tensões na península coreana, que teria iniciado o processo de desnuclearização", falou. Com relação à situação no leste da Ucrânia, que passa por uma guerra civil, Putin e Macron "ressaltaram a importância da atuação imprescindível do acordo de Minsk", cidade onde separatistas e as forças de Kiev assinaram um cessar-fogo.   

O líder francês afirmou que "os próximos meses serão decisivos" para "colocar um fim ao conflito em Donbass". "A recomposição pacífica da crise em Donbass é elemento-chave para o retorno das relações pacíficas entre Europa e Rússia", concluiu. Macron ainda disse que uma reunião com os ministros de Relações Exteriores da França, Alemanha, Rússia e Ucrânia deve acontecer em breve. Sobre o acordo nuclear com o Irã, Putin disse que a saída dos EUA pode provocar "consequências desagradáveis" caso um novo pacto não seja estabelecido. Mas ambos garantiram que pretendem manter o tratado com Teerã. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos